sábado, junho 07, 2014

VOCÊ É O PRÓXIMO (You're Next)



O mundo do cinema de horror independente tem guardado algumas pequenas pérolas e ótimos realizadores, que ainda não foram ou talvez nunca serão absorvidos pelo cinemão. Quem assiste, por exemplo, a antologias como V/H/S (2012) ou V/H/S 2 (2013) percebe que há vários diretores do cinema independente que fazem pequenos filmes muito interessantes. Daí a razão de eles terem sido chamados para esses projetos.

Adam Wingard é um desses realizadores, tendo feito mais filmes do que se imagina. VOCÊ É O PRÓXIMO (2011) já é o terceiro de seis longas que ele fez sozinho, isto é, não estamos contando as suas contribuições para as duas antologias citadas e para outra antologia, THE ABCs OF DEATH (2012). O que acontece é que seus filmes não chegam ao nosso circuito. No caso de VOCÊ É O PRÓXIMO, que teve uma melhor visibilidade, ele chegou ao nosso mercado direto em DVD.

Com o mercado decadente de DVDs, esses filmes são mais conhecidos por gente que vai à cata de filmes de horror na web, essa sim o grande manancial de obras de todos os gêneros e estilos. A sorte de VOCÊ É O PRÓXIMO é que tem um cartaz bem chamativo, com um sujeito com uma arma na mão e uma cabeça de um animal (ao longo do filme, três cabeças de animais surgem: de tigre, de cordeiro e de raposa).

O filme acaba por lembrar alguns outros filmes recentes de invasão a uma residência e assassinato de quem está lá dentro, como UMA NOITE DE CRIME, de James DeMonaco, OS ESTRANHOS, de Bryan Bertino, e ELES, de David Moreau e Xavier Palaud. De certa forma, VOCÊ É O PRÓXIMO é um pouco mais simples em sua estrutura narrativa, guardando sua força para a caracterização da protagonista, vivida pela bela Sharni Vinson, e seus principais vilões, que são revelados mais perto do final.

Na trama, Sharni é Erin, uma jovem que viaja com o namorado para um fim de semana com a família rica dele em uma casa longe da cidade. Antes disso, porém, o filme antecipa o seu caráter de horror sangrento com um prólogo em que um casal é assassinado e o título original do filme é estampado na parede com sangue. Veremos mais a frente que este prólogo não é gratuito, que tem relação com a trama principal, que envolve a família do namorado de Erin. Uma família que não se dá muito bem entre si, mas que parece saber conviver com isso.

Tudo está mais ou menos bem quando surge um tiro de flecha que atravessa a janela e mata um deles. E isso é só o começo de uma sangrenta matança protagonizada por esses sujeitos anônimos com máscaras de animais. O horror está no ar, mas, para a surpresa de muitos, Erin se mostra bastante habilidosa e calma em lidar com aquela situação pavorosa.

Daí alguns críticos atribuírem a ela o título de melhor "last girl", isto é, melhor heroína sobrevivente de filmes de massacre. O título pode ser controverso, já que temos as heroínas das franquias de HALLOWEEN e PÂNICO, mas Erin merece sim destaque, com sua confiança e o fato de ela não se importar em matar os bandidos com toda a violência que exala de seu ser.

Esse tipo de violência é um pouco contagioso e VOCÊ É O PRÓXIMO deixa o nosso sangue intoxicado. O que é um bom sinal para um filme do gênero. No mais, em papel pequeno, mas em clima de camaradagem entre diretores do horror independente contemporâneo, Ti West, do ótimo THE HOUSE OF THE DEVIL. É sempre bom ficar de olho nesses novos talentos, hein.

Nenhum comentário: