segunda-feira, junho 30, 2014

MENINA BONITA (Pretty Baby)



Hoje, mais do que na época em que foi realizado, MENINA BONITA (1978) continua sendo um filme controverso. Isso porque há uma maior fiscalização, uma maior vigilância no que se refere à prostituição infantil ou a qualquer mídia que coloque crianças em cenas ou imagens de sexo. O fato de o filme começar a sua narrativa no ano de 1917 ajuda a distanciar a situação, a dizer que aquilo é coisa do passado, como foi também a escravidão.

Desde a pré-produção, porém, muitos já sabiam se tratar de um filme complicado, delicado. Inúmeras atrizes que seriam famosas e eram ainda adolescentes na época fizeram testes para o papel de Violet, mas que depois desistiriam. De todo modo, a bela modelo Brooke Shields, um dos mais belos rostos dos anos 1980, acabou desempenhando muito bem o papel de uma jovem que cresceu dentro de um bordel.

O cartaz do filme informa: “a imagem de um mundo adulto pelos olhos de uma criança”, mas MENINA BONITA também nos oferece um pouco do ponto de vista do fotógrafo Bellocq (Keith Carradine), o homem que se apaixonaria por Violet, muito embora no começo ele tenha ficado bastante incomodado com aquela criança crescendo em ambiente de prostituição. Porém, uma vez que a paixão chega, ele se entrega a ela.

A primeira cena de MENINA BONITA mostra Susan Sarandon em close-up sofrendo as dores do parto. Em contracampo, os olhos admirados de Violet olhando para a mãe. A princípio, a impressão que dá é que ela não está sentindo dor, mas que está fazendo sexo ou se masturbando aos olhos da filha pequena. Só depois é que a câmera oferece um plano mais afastado e nos oferece a real situação.

Uma das cenas mais marcantes do filme é a que mostra o leilão da virgindade de Violet, que se mostra até mesmo feliz por finalmente poder deixar de ser uma criança para se tornar tão desejada quanto as demais mulheres que vivem naquele lugar que para ela se tornou um lar. A piscada de olho para Bellocq gera sentimentos contraditórios, uma vez que o espectador se coloque um pouco no lugar do personagem.

No que se refere às cenas de nudez da jovem Brooke Shields, ainda que se saiba que Sarandon havia lhe conseguido uma espécie de tanga da cor da pele que serviria para tapar sua genitália, não deixa de ser também uma ousadia, algo proibido, mas cujos produtores e realizadores tiveram a coragem de materializá-lo.

O que chama a atenção é o fato de a jovem personagem mostrar muita inocência em seus gestos e em sua fala, por mais que tenha aprendido muito da vida privada com as prostitutas. No elenco, além de Sarandon, é possível notar uma musa do cinema de horror italiano, Barbara Steeele, notabilizada com A MALDIÇÃO DO DEMÔNIO, de Mario Bava. Seu papel, porém, é pequeno. Ela só não é apenas mais uma das outras prostitutas do bordel porque seus olhos são inconfundíveis.

MENINA BONITA foi a estreia de Louis Malle em Hollywood, depois de uma brilhante carreira em seu país natal, só retornando à França em 1987, para realizar o cultuado ADEUS, MENINOS.

Nenhum comentário: