domingo, janeiro 29, 2006

MASTERS OF HORROR: FAIR HAIRED CHILD



E eis que chegamos ao nono filme da antologia MASTERS OF HORROR. Com a saída de Takashi Miike da programação do Showtime, ficam faltando agora apenas mais três títulos, dirigidos por Lucky McKee, Larry Cohen e John McNaughton. É possível que ainda surjam belas surpresas até lá, mas o fato é que, depois da excelente trinca Dante-Landis-Carpenter, a tendência agora é esfriar um pouco os ânimos.

FAIR HAIRED CHILD (2006) foi dirigido por William Malone. Junto com Mick Garris, Malone é um dos diretores menos nobres da turma. Seus títulos mais famosos são A CASA DA COLINA (1999) - refilmagem de A CASA DOS MAUS ESPÍRITOS, de William Castle - e MEDOPONTOCOMBR (2003), dois filmes que eu não cheguei a me entusiasmar para ver. Inclusive, chega a ser ridículo esse BR no título do filme. Acredito que esse foi o título nacional mais idiota que eu tive notícia.

FAIR HAIRED CHILD conta a história de uma jovem de 13 anos que é raptada por um homem e jogada num porão de uma casa bastante afastada. Dentro do porão está um garoto tentando se suicidar com uma corda. Depois que ela o impede de se matar, a menina tenta se comunicar com ele, a fim de procurar uma maneira de sair daquele lugar. O garoto não consegue falar e é freqüentemente alvo de choques no corpo, podendo se transformar numa criatura horrenda. Entre o casal de seqüestradores do filme está Lori Petty, bastante envelhecida, levando em consideração que ela foi a Tank Girl no filme homônimo de 1995.

FAIR HAIRED CHILD é um dos mais fracos da antologia. Mas ainda assim prefiro esse a DANCE OF THE DEAD, do Tobe Hooper.

Nenhum comentário: