terça-feira, janeiro 17, 2006

GLOBO DE OURO 2006



O Globo de Ouro desse ano foi um dos mais previsíveis e sem graça dos últimos anos. Valeu assistir por pequenos detalhes. Seja por alguns engraçados discursos de agradecimento, seja pra ver as beldades da festa. Globo de Ouro é a festa em que eu mais me permito ser superficial e ver quem está bonito(a), quem está feio(a). Se Hollywood se destaca muito por seu glamour, nada mais natural que isso esteja no centro das atenções. Para o Globo de Ouro, vou só fazer algumas observações soltas e sem nenhuma ordem.

- A mais bela da festa: Evangeline Lilly, a Kate de LOST, num vestidinho verde. Sou doido por essa menina. Quando ela anunciou o prêmio de melhor ator de série, ela devia estar torcendo pelo Matthew Fox. A segunda mais bela da festa era talvez Scarlett Johansson (foto). Tenho impressão que ela está arrasadora no novo filme do Woody Allen. Passaram um pedacinho de MATCH POINT pra gente tomar um gostinho. E tomara que o filme fique entre os cinco indicados à categoria principal do Oscar para que ele chegue aqui mais cedo.

- Chega a ser irritante a imprensa babando o ovo por causa da premiação do filme de Fernando Meirelles. Repararam que o destaque que a imprensa colocou no final da premiação foi: atriz de filme de Meirelles ganhou o prêmio de atriz coadjuvante? Por falar nela, como pode a Rachel Weisz ter se enfeiado tanto? E nem é porque está grávida. Muita mulher fica até mais bonita quando está grávida. Parece que ali foi questão de mal gosto mesmo. Roupa, cabelo e maquiagem horríveis. Melhor parar senão eu fico parecendo aqueles críticos de moda. E disso eu não sei nada.

- O discurso de agradecimento mais engraçado que eu já vi na vida: Steve Carrell (revelação por O VIRGEM DE 40 ANOS), recebendo prêmio de ator pela série THE OFFICE, avisou que não havia preparado discurso, mas que sua esposa preparou por ele. Esse Carrell merece fazer mais comédias para o cinema. O homem é dos bons. Deixou Chris Rock comendo poeira.

- Esse negócio de bronzeamento artificial às vezes deixa as mulheres com uma pele feia. Mariah Carey estava a cara da Queen Latifah (como ela está bem acima do peso, essa semelhança se acentuou) e Jessica Alba parecia que tinha vindo parar em Fortaleza e dormiu o dia todo enquanto pegava sol.

- Minha série favorita da atualidade - LOST - papou o prêmio de melhor série (drama). E J.J.Abrams subiu no palco com parte do elenco e da equipe técnica. Eles merecem.

- Pelo visto, O SEGREDO DE BROKEBACK MOUNTAIN, de Ang Lee, vai ser o grande favorito ao Oscar. Vamos ver se os membros da academia também vão curtir a história de amor dos caubóis gays. Parece ser um dos melhores trabalhos de Lee.

- Reese Witherspoon está no auge. Não tinha pra ninguém o prêmio de melhor atriz (comédia ou musical). JOHNNY E JUNE foi a grande surpresa da noite, faturando ainda os prêmios de melhor filme e ator (comédia ou musical). Será que as chances para o Oscar também são altas?

- Uma das vantagens do Globo de Ouro é fazer com que nós saibamos quais são as produções para a tv mais celebradas do momento. Não me refiro às séries, mas aos filmes e mini-séries. Em anos anteriores, tivemos como destaque ANGELS IN AMERICA e A VIDA E MORTE DE PETER SELLERS. Esse ano, fiquei interessado em ver as mini-séries EMPIRE FALLS e ELVIS. Vamos ver quando é que elas chegam em DVD ou tv paga.

- Ang Lee, quando recebeu das mãos de Clint Eastwood o prêmio de melhor diretor por O SEGREDO DE BROKEBACK MOUNTAIN, demonstrou o seu respeito ao homem tratando Clint como "the man". Uma simpatia, o Ang Lee.



Lista dos vencedores

CINEMA

Melhor Filme Musical ou Comédia
JOHNNY E JUNE

Melhor Filme Drama
O SEGREDO DE BROKEBACK MOUNTAIN

Melhor Diretor
Ang Lee (O SEGREDO DE BROKEBACK MOUNTAIN)

Melhor Atriz Dramática
Felicity Huffman (TRANSAMERICA)

Melhor Ator Dramático
Philip Seymour Hoffman (CAPOTE)

Melhor Ator de Comédia ou Musical
Joaquin Phoenix (JOHNNY E JUNE)

Melhor Atriz de Comédia ou Musical
Reese Witherspoon (JOHNNY E JUNE)

Melhor Ator Coadjuvante
George Clooney (SYRIANA)

Melhor Atriz Coadjuvante
Rachel Weisz (O JARDINEIRO FIEL)

Melhor Roteiro
Larry McMurtry e Diana Ossana (O SEGREDO DE BROKEBACK MOUNTAIN)

Melhor Trilha Sonora
John Williams (MEMOIRS OF A GEISHA)

Melhor Música
"A Love That Will Never Grow Old" (O SEGREDO DE BROKEBACK MOUNTAIN)

Melhor Filme Estrangeiro
PARADISE NOW (Palestina)

TELEVISÃO

Melhor Série Dramática
LOST (ABC)

Melhor Série Cômica
DESPERATE HOUSEWIVES (ABC)

Melhor Minissérie ou Telefilme
EMPIRE FALLS (HBO)

Melhor Atriz Dramática
Geena Davis (COMMANDER IN CHIEF)

Melhor Ator Dramático
Hugh Laurie (HOUSE)

Melhor Atriz de Comédia
Mary-Louise Parker (WEEDS)

Melhor Ator de Comédia
Steve Carell (THE OFFICE)

Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme
S. Epatha Merkerson (LACKAWANNA BLUES)

Melhor Ator em Minissérie ou Telefilme
Jonathan Rhys Meyers (ELVIS)

Melhor Atriz Coadjuvante em Série, Minissérie ou Telefilme
Sandra Oh (GREY'S ANATOMY)

Melhor Ator Coadjuvante em Série, Minissérie ou Telefilme
Paul Newman (EMPIRE FALLS)

Prêmio Cecil B. DeMille por Conjunto da Obra
Anthony Hopkins

Nenhum comentário: