domingo, abril 04, 2010

MOEDA FALSA (T-Men)



Um dos filmes citados no documentário de Martin Scorsese sobre o cinema americano, MOEDA FALSA (1947), de Anthony Mann, é um belo exemplar do film noir, gênero que proliferou nas décadas de 1940 e 1950. O filme, inclusive, conta com a direção de fotografia de um dos mais importantes técnicos da época, John Alton. Um dos momentos mais impressionantes é destacado no doc de Scorsese: a cena em que um dos homens infiltrados no grupo de mafiosos vê o próprio amigo ser executado sem poder fazer nada. E nesse momento, ele abaixa a cabeça e a sombra do chapéu acentua ainda mais o clima tenebroso daquela situação.

O filme só não me agradou mais por ter personagens demais, o que às vezes me deixava confuso e com vontade de voltar a ver do começo, coisa que fiz a certa altura. E até que ajudou. Outra curiosidade é que MOEDA FALSA é uma espécie de filme de suspense disfarçado de filme de propaganda do governo, com o objetivo de exaltar o heroísmo daqueles que se sacrificam pelo país, ajudando também a manter a ordem, retirando de circulação as tais cédulas falsas. E com direito até àquelas marchas patrióticas.

O filme é claramente uma produção barata. Só na década seguinte que Anthony Mann se tornaria um cineasta de primeiro escalão, dirigindo filmes classe A com astros famosos - principalmente James Stewart. MOEDA FALSA foi o primeiro filme da fase anos 40 de Mann que eu vi. Não me entusiasmou o tanto que eu gostaria, mas talvez isso se deva ao fato de eu ter escolhido o filme errado para o momento. Portanto, não recomendo ver o filme quando se está com dificuldades de concentração e com o pensamento no mundo. O ideal é vê-lo com a mente afiada para prestar atenção em detalhes importantes e de natureza puramente cinematográfica. Que vão bem além da narração um tanto aborrecida que pontua o filme do início ao fim.

Nenhum comentário: