quinta-feira, agosto 08, 2013

ORPHAN BLACK – PRIMEIRA TEMPORADA (Orphan Black – Season One)



Uma das melhores novidades em séries este ano foi esta divertidíssima ORPHAN BLACK (2013), que lida com ficção científica e situações deliciosamente absurdas. Como bem disse a turma que acompanha as premiações para a televisão, é realmente uma pena que Tatiana Maslany, que interpreta várias personagens ao longo da temporada com muita desenvoltura, não tenha sido indicada à categoria de melhor atriz ao Emmy.

A série já começa com um momento muito instigante, que remete aos filmes sobre doppelgängers, ou duplos, que, dependendo do filme, pode ser algo bastante aterrador. Sarah Manning, vivida por Tatiana, é uma jovem com uma vida desregrada e que trabalha com tráfico de drogas. Ao sair do metrô, vê uma mulher deixando seus pertences no chão. Chega a olhar para ela e toma um susto ao ver que a tal estranha é igualzinha a ela. Maior susto ainda quando a mulher se joga para a morte na frente do trem.

Uma pessoa normal talvez fosse entregar os pertences da suicida à polícia, mas Sarah fez diferente. Verificou seus cartões, sua conta bancária, sua casa e resolveu assumir o lugar da tal mulher. Mal sabia ela que estaria enredada em uma trama que se complicaria a cada momento. Aliás, eis uma série que é melhor assistir sem saber muita coisa a respeito, para que cada novidade que apareça ao longo da trama seja sempre um prazer.

Não chega a ser uma série do tipo "séria", com diálogos lapidados ou coisas do tipo. É série para divertir mesmo, mas nem por isso deixa de ser bem inteligente. Tanto que o enredo chega a lembrar alguns trabalhos feitos para mangás ou animes, com histórias bem boladas e um ritmo sempre envolvente. Só não sei se essa animação toda vai ter fôlego para oito temporadas, que é a intenção de Graeme Manson, cocriador da série, que ainda quer fechar ORPHAN BLACK com um longa-metragem.

Nenhum comentário: