quinta-feira, maio 14, 2009

BIG BANG: A TEORIA - A SEGUNDA TEMPORADA COMPLETA (The Big Bang Theory – The Complete Second Season)



E começou a temporada de fechamento das temporadas. Simplesmente 27 séries encerram seus trabalhos - algumas definitivamente - no período de 11 a 17 de maio. Quatro dessas 27, eu acompanho. E tem mais uma que eu acompanho e que será encerrada nos próximos dias também. Portanto, nesta semana e na outra, o blog vai dar um espaço considerável às séries de televisão. Na segunda-feira passada, BIG BANG: A TEORIA fechou a sua segunda temporada (2008/2009). Bem azeitada, a sitcom dos quatro amigos nerds e da loirinha Penny fechou muito bem o segundo ano, melhorando o que já estava bom. Alguns episódios devem entrar para a história das sitcoms. A turma de Leonard, Sheldon, Penny, Howard e Raj se envolve em novas e engraçadíssimas situações.

Como notaram que Sheldon é uma das principais razões do sucesso da série, a maioria das situações é centrada nele. Até um pouco mais sociável ele se tornou – isto é, na medida do possível para a versão em carne e osso do C-3PO. Entre alguns dos melhores momentos de Sheldon, estão aqueles em que ele se esforça para fazer amizade com a Penny, que está cada vez mais à vontade com a turma de geeks. Em determinado episódio, ela chega até mesmo a ficar viciada num game! O desenvolvimento da amizade dela com Sheldon depois de muitas brigas é uma das melhores coisas dessa temporada. Muito legal ela o imitando quando ele bate em sua porta, no último episódio. Aliás, o último é também um dos mais divertidos, embora não fique num top 5. Mas é um que aposta no lado afetivo da série.

O pequeno e tarado judeu Howard também tem sua vez de brilhar, especialmente no episódio onde ele tem que lidar com a sua própria "insignificância", depois de ouvir uns insultos de Penny. Nesse episódio – e no que ele vai para Las Vegas com os amigos Leonard e Raj -, Howard recebe os merecidos holofotes. No mais, a segunda temporada não teve nenhuma mudança radical em relação à primeira. Apenas os roteiristas pareceram estar mais inspirados e o elenco incorporou de vez os personagens. As referências à cultura pop, como quadrinhos e filmes, continuam a todo vapor.

Abaixo, meu top 5 da temporada:

1. "The Maternal Capacitance". A mãe de Leonard chega para visitá-lo e a surpresa é que ela parece uma versão feminina do Sheldon. Os dois se dão muito bem e ele a considera "fascinating".

2. "The Financial Permeability". Sheldon empresta um dinheiro a Penny. O problema é que ela fica achando que ele está cobrando dela o tempo todo.

3. "The Euclid Alternative". Sheldon não anda de ônibus e tem dificuldade em encontrar carona para o trabalho com os amigos por ser muito pentelho. De mijar de rir a cena dele na motoca do Howard.

4. "The Barbarian Sublimation". Penny fica viciada num game ambientado no universo de Conan, o Bárbaro, chegando ao ponto de pedir conselhos a Sheldon em seu quarto em plena madrugada.

5. "The Bath Item Gift Hypothesis". É natal e Penny resolve presentear os amigos. Mesmo acreditando que o natal é uma farsa como festa cristã - já que nada mais é do que uma variação das antigas saturnálias – ele se sente obrigado a comprar um presente para Penny também. Impagável a cena em que ele recebe o presente dela.

Nenhum comentário: