sábado, novembro 26, 2005

MASTERS OF HORROR: INCIDENT ON AND OFF A MOUNTAIN ROAD



Desde que soube dessa série que fiquei com água na boca. Mas se fosse esperar pra que isso chegasse aqui no Brasil, teria que esperar sentado. Por isso, tive que apelar para os benditos torrents. Até legendas em português a turma está disponibilizando na internet. Uma beleza.

Produzido pelo canal por assinatura americano Showtime, MASTERS OF HORROR (2005) é uma série de 13 filmes de cerca de 50 minutos dirigidos por treze dos maiores cineastas do gênero no mundo - ficou faltando craques como Romero e Cronenberg, mas tudo bem. Assim, temos filmes assinados por Don Coscarelli, Stuart Gordon, Tobe Hooper, Dario Argento, Mick Garris, Joe Dante, John Landis, John Carpenter, William Malone, Larry Cohen, John McNaughton, Takashi Miike e Lucky McKee.

Estava pensando em só escrever sobre MASTERS OF HORROR por aqui quando eu terminasse de ver todos os treze filmes, mas depois eu percebi que dá pra ver os filmes individualmente. Além do mais, eu esqueceria facilmente dos primeiros vistos. Então, comecemos pelo primeiro deles.

INCIDENT ON AND OFF A MOUNTAIN ROAD é dirigido por Don Coscarelli, cineasta cujo trabalho conheço muito pouco. Só cheguei a ver NOITE MACABRA/FANTASMA (1979), que é ótimo e o título mais conhecido do diretor. A série PHANTASM teve três continuações dirigidas por ele mesmo. O primeiro filme alcançou grande sucesso de público e crítica. Recentemente, Coscarelli voltou a ser notícia graças ao sucesso no circuito underground de BUBBA HO-TEP (2002), filme que mistura múmias com Elvis Presley, que eu cheguei a baixar da internet, mas ainda não cheguei a ver.

O filme de Coscarelli para a série MASTERS OF HORROR, se não é tão empolgante - há quem diga é decepcionante -, ao menos consegue prender a atenção do começo ao fim. Não consegui desgrudar os olhos da telinha do computador o tempo todo, coisa que geralmente só acontece quando eu assisto LOST. O filme é inspirado em clássicos do horror setentista como O MASSACRE DA SERRA ELÉTRICA e QUADRILHA DE SÁDICOS.

Na trama, moça sofre um acidente de carro na estrada e, ao tentar procurar ajuda, se vê diante de um maníaco - na verdade uma criatura monstruosa, mais feio que o careca de QUADRILHA DE SÁDICOS - que tem o hábito de levar suas vítimas para uma cabana para furar seus olhos com uma furadeira elétrica e matá-las. Ao mesmo tempo, flashbacks de seu relacionamento com o namorado passam pela tela. O namorado insistia que ela fosse forte, que treinasse regras de sobrevivência para o dia que precisasse. Os flashbacks são justamente os momentos mais fracos e menos convincetes do filme. Já a luta pela sobrevivência da moça tem momentos memoráveis, como, por exemplo, aquele em que ela tira a calcinha para usar como ferramenta para pegar o maníaco. Bem sexy. O filme é cheio de cenas gore que agradarão aos fãs do gênero e o final é surpreendente.

O próximo projeto de Coscarelli se chama BUBBA NOSFERATU, prequel de BUBBA HO-TEP.

Dos amigos blogueiros, quem anda comentando os filmes também é o Thomaz e o André ZP, que andam mais adiantados do que eu.

Nenhum comentário: