segunda-feira, janeiro 12, 2009

GLOBO DE OURO 2009


No tapete vermelho: Demi Moore, a mais bela da noite, e o "incestuoso" casal de DEXTER: Michael C. Hall e Jennifer Carpenter

Ontem foi uma noite conturbada. Eu queria muito ver este Globo de Ouro. Estava com saudade da cerimônia, pois no ano passado não teve, por conta da greve dos roteiristas. Bom, o problema é que deu curto-circuito na instalação elétrica da parte superior da minha casa, que é onde fica o meu quarto e outros quartos da casa também. Aí, misteriosamente, a tv a cabo não estava pegando, mesmo com a gambiarra feita. Enquanto o Globo de Ouro já estava distribuindo prêmios, eu ficava quebrando a cabeça, tentando resolver o problema. Chegou uma hora que eu e minha irmã (a quem pedi auxílio) desistimos e acabamos encontrando um site que estava transmitindo ao vivo a cerimônia. A transmissão pelo site estava apenas com alguns segundos de atraso em relação à veiculada pela TNT, conforme confirmei com o Renato, que acompanhou comigo a festa.

De certa maneira, tirando o fato de eu ter perdido uma hora da cerimônia, foi até interessante a experiência de ver, uma vez na vida, a premiação sem os comentários do Rubens Ewald Filho e numa telinha pequena do computador. O lado positivo é que eu não precisava ficar virando a cadeira para olhar para a televisão, para depois comentar no MSN. Estava tudo lá na telinha do computador. O único problema que ocorreu foi a travada que deu no site justo no momento do discurso de Steven Spielberg, o homenageado da noite. Perdi o discurso completo. Agora, só se eu conseguir ver a reprise, com legendas, no próximo final de semana. (O Renato me falou que outro ótimo momento da noite envolve Clint Eastwood e Bruce Springsteen. E eu quero ver isso.)

Se bem que, no geral, os discursos dessas cerimônias são meio vazios, limitando-se a agradecimentos. Dificilmente surge alguma surpresa ou algo diferente. Talvez o mais legal da noite foi ver a expressão de espanto e alegria de Kate Winslet, por ter ganhado dois prêmios numa só noite: de melhor atriz por APENAS UM SONHO e de atriz coadjuvante por THE READER. Ela chegou a dizer um "I'm sorry, Angelina" para sua concorrente. Não sei quanto à qualidade dos filmes premiados, mas pelo menos a performance de Kate deve valer a pena a espiada. Curioso os beijos soprados pelo colega Leonardo Di Caprio para ela. Os dois pareciam mais íntimos do que ela e o esposo, Sam Mendes, que também parecia mais alegre que pinto no lixo. Também foi surpresa, pra mim, o prêmio de melhor ator (comédia) para Colin Farrell, por NA MIRA DO CHEFE. O filme tem sido bastante elogiado, mas Farrell geralmente não é muito respeitado como ator. Parece que as coisas estão melhorando para ele. Quanto à premiação de Mickey Rourke (que apareceu banguela!), foi até que bastante esperada, tendo em vista a repercussão e os prêmios que THE WRESTLER vem arrecadando.

Na categoria televisão, os dois grandes vencedores foram a mini-série JOHN ADAMS e a série 30 ROCK, que arrastaram os principais prêmios de suas categorias. Na categoria de melhor série (drama), infelizmente a minha favorita (EM TERAPIA) perdeu para MAD MEN, série que nunca vi, mas que deve ser interessante. Ainda assim, não despertou o meu interesse para acompanhá-la. Pelo menos, Gabriel Byrne ganhou como melhor ator, mas eu acho que estava torcendo mais para Melissa George.

E falando em justiça, que bom que VICKY CRISTINA BARCELONA venceu na categoria de melhor filme (comédia). Só ainda não entendi a saraivada de prêmios que o novo trabalho de Danny Boyle, SLUMDOG MILLIONAIRE, ganhou. O longa conquistou os prêmios de melhor filme dramático, melhor direção, melhor roteiro e melhor trilha sonora. Outra justiça, bem como o momento mais respeitoso da noite, foi o prêmio póstumo para Heath Ledger por seu incrível desempenho em BATMAN - O CAVALEIRO DAS TREVAS. Tanto que, excepcionamente, a programação da festa passou um trecho do filme, de uma cena de diálogo entre o Coringa e o Batman.

E como nem só de prêmios se faz o Globo de Ouro, mas também de glamour e beleza, destaco as beldades da noite. Incrivelmente a Demi Moore me surpreendeu por aparecer tão linda. Destaco-a como a mais bela da noite. Jennifer Lopez apareceu com um figurino matador, como ela costuma fazer para deixar os homens loucos. Já a beleza mais angelical fica por conta da jovem Evan Rachel Wood, que tem se destacado pelas escolhas pouco óbvias de namorados. Depois de ter namorado Marilyn Mason, há rumores de que ela tem saído com o Mickey Rourke. Essa menina tem uma forte atração por tipos esquisitos. A duplamente vencedora Kate Winslet, como sempre, apareceu linda, simpática e adorável, e Laura Linney, outra das vencedoras, apareceu luminosa.


Kate Winslet duplamente vencedora e JLo vestida para matar

Os Vencedores

Cinema

Filme (Drama)
SLUMDOG MILLIONAIRE

Filme (Comédia ou Musical)
VICKY CRISTINA BARCELONA

Ator (Drama)
Mickey Rourke, por THE WRESTLER

Atriz (Drama)
Kate Winslet, por APENAS UM SONHO

Ator (Comédia ou Musical)
Colin Farrell, por NA MIRA DO CHEFE

Atriz (Comédia ou Musical)
Sally Hawkins, por SIMPLESMENTE FELIZ

Ator Coadjuvante
Heath Ledger, por BATMAN - O CAVALEIRO DAS TREVAS

Atriz Coadjuvante
Kate Winslet, por THE READER

Diretor
Danny Boyle, por SLUMDOG MILLIONAIRE

Roteiro
SLUMDOG MILLIONAIRE, de Simon Baufoy

Animação
WALL.E

Filme Estrangeiro
WALTZ WITH BASHIR (Israel)

Trilha Sonora
SLUMDOG MILLIONAIRE, de A.R. Rahman

Canção
"The Wrestler", música e letra de Bruce Springsteen - THE WRESTLER

Televisão

Série (Drama)
MAD MEN

Atriz em Série (Drama)
Anna Paquin, por TRUE BLOOD

Melhor Ator em Série (Drama)
Gabriel Byrne, por EM TERAPIA

Melhor Série (Comédia ou Musical)
30 ROCK

Melhor Atriz (Comédia ou Musical)
Tina Fey, por 30 ROCK

Melhor Ator (Comédia ou Musical)
Alec Baldwin, por 30 ROCK

Melhor Minissérie ou Filme Produzido para a Televisão
JOHN ADAMS

Melhor Atriz em Minissérie ou Filme Produzido para a Televisão
Laura Linney, por JOHN ADAMS

Melhor Ator em Minissérie ou Filme Produzido para a Televisão
Paul Giamatti, por JOHN ADAMS

Melhor Atriz Coadjuvante em Série, Minissérie ou Filme Produzido para a TV
Laura Dern, por RECOUNT

Melhor Ator Coadjuvante em Série, Minissérie ou Filme Produzido para a TV
Tom Wilkinson, por JOHN ADAMS


A turma de 30 ROCK, a série mais premiada da noite

Nenhum comentário: