domingo, novembro 16, 2014

DEBI & LÓIDE 2 (Dumb and Dumber To)



O tempo voa. Lá se vão 20 anos que DÉBI & LÓIDE - DOIS IDIOTAS EM APUROS (1994) revelou o talento dos irmãos Peter e Bobby Farrelly para o mundo, ainda que até hoje o filme seja um tanto estigmatizado como tão idiota quanto seus protagonistas. Ainda assim, independentemente do modo como é visto, trata-se de um filme que tem um bom séquito de fãs, inclusive de alguns intelectuais.

Até fizeram uma continuação em 2003, chamada DEBI & LÓIDE 2 – QUANDO DEBI CONHECEU LÓIDE, mas passou longe da popularidade do primeiro. Tanto por não ser dirigido pelos irmãos Farrelly como por também não ser protagonizado por Jim Carrey e Jeff Daniels, mas por dois jovens atores.

A necessidade de um DEBI & LÓIDE 2 (2014) "de verdade" veio em um momento particularmente propício para os principais envolvidos: os irmãos Farrelly andam com a popularidade em baixa – OS TRÊS PATETAS (2012) foi fracasso de público e crítica e PASSE LIVRE (2011) dividiu opiniões – e Jim Carrey também está apagado como comediante e protagonista desde SIM SENHOR (2008).

Outro possível agravante talvez fosse a boa repercussão de Jeff Daniels como ator sério graças à série jornalística e política THE NEWSROOM. Porém, como bom ator que é, ele conseguiria entrar no velho personagem bobão tranquilamente. O resultado: DEBI & LÓIDE 2 é um filme simpático e com alguns momentos que rendem boas gargalhadas, mas que ainda parece uma sombra do que foi o primeiro.

O filme acompanha o nosso tempo cronológico e se passa exatos 20 anos após o primeiro. Lloyd/Lóide (Jim Carrey) estava esse tempo todo em uma instituição para doentes mentais, sem sequer balbuciar uma palavra e agindo como um bebê. Em todo esse tempo, o fiel amigo Harry/Debi (Jeff Daniels) esteve visitando-o e até mesmo trocando suas fraldas. Só que um problema de saúde de Harry fez com que Lloyd acordasse de seu fingimento de 20 anos. O bom é que ambos acharam a pegadinha de Lóide sensacional.

E lá se vão os dois amigos em busca de um doador de um rim para Harry. A princípio, conversando com seus pais, depois, em busca de uma filha que supostamente ele teve nos anos 1990 com uma moça bem generosa de sua juventude. Ao procurar por ela, dão de cara com uma envelhecida Kathleen Turner, que já faz algum tempo não se importa mais em aparecer totalmente diferente do objeto sexual que foi no início dos anos 1980.

A busca pela filha rende umas boas piadas. E outras nem tão boas. A melhor delas talvez seja a que envolve fogos de artifício; outra bem boa envolve um trem. Assim, o filme vai tropeçando, mas mantendo a dignidade dos personagens originais. Pode-se dizer que em tempos de comédias fracas no cinema, DEBI & LÓIDE 2 se destaca como uma das mais engraçadas da temporada. E deve trazer o tão querido retorno à popularidade aos principais envolvidos.

Nenhum comentário: