domingo, agosto 13, 2006

DESEJOS ARDENTES (Fresh Meat - A Ghost Story)


Na primeira metade da década de 90, eu era bastante interessado em produções pornográficas. Havia uma excelente revista especializada nas bancas, de nome Guia do Vídeo Erótico, que fazia peneira fina nos lançamentos do gênero e selecionava os melhores títulos para dar destaque. Os títulos da Evil Angel de John Stagliano ganhavam sempre muito destaque, principalmente pelo quesito "voltagem erótica". As melhores mulheres e alguns dos melhores diretores trabalhavam pra essa turma.

DESEJOS ARDENTES (1995) é um dos clássicos do gênero. John Leslie, que era um ator de destaque no cinema pornô das décadas de 70 e 80, agora era um grande diretor, que de vez em quando podia se dar ao luxo de fazer filmes originais como esse. DESEJOS ARDENTES é uma mistura bizarra de sitcom - com direito às famosas risadinhas - com filme de terror. Na verdade, o terror passa longe e a trama até hoje eu não entendi. Mas who cares?

O elenco do filme é de dar água na boca, cheio de estrelas que hoje se tornaram lendárias. A grande estrela do filme é a super-gostosa Krysti Lynn, que havia sido namorada de John Stagliano. Parece que o namoro terminou porque Krysti sonhava com uma vida normal, casar e ter filhos, mas Stagliano não conseguia se desvincular da indústria pornô, que havia se tornado a sua vida. Krysti era um vulcão de impulsividade. Ela morreu num acidente de carro em dezembro de 1995, junto com uma amiga, quando dirigiam em alta velocidade numa estrada. Krysti tinha uma bunda enorme e um sex appeal fenomenal. Em DESEJOS ARDENTES, ela faz o papel da esposa de Joey Silveira. Eles partem para uma nova casa com sua cachorrinha - na verdade, uma mulher, Annabelle Dayne. Só por esse detalhe, já deu pra notar que "fetiche" é a palavra chave do filme, hein.

A primeira cena do filme mostra Eva Flowers vestida em roupa de couro com as partes íntimas totalmente à mostra. Ela chega para defender Tom Byron de dois sujeitos briguentos. Byron pintava os lábios com batom, se fazendo de mulher. Esse primeiro capítulo do filme atinge a temperatura máxima na cena de sexo anal de Eva com Tom, enquanto os dois caras se masturbam de joelhos. Quem também aparece de roupa de couro e vestida para matar é Kirsty Waay, numa cena de sexo com Jon Dough. Sua roupa é daquelas com abertura na parte de baixo, com zíper. Uma beleza.

Mas os protagonistas - se é que dá pra usar esse termo nesse tipo de produção - são mesmo Krysti Lynn e Joey Silveira. Silveira, o marido, não liga muito para a esposa (Krysti) e muitas vezes ela precisa se masturbar em plena escada da sala só pra mostrar o quanto está louca por sexo. Ela também é capaz de transar com dois negões em plena sala pra mostrar pro corno do marido o que ele está perdendo. Ao invés de cuidar da mulher, Silveira prefere pegar a "cachorrinha" ou então imaginar alguma fantasia sexual, enquanto lê revistas pornográficas.

É num dos delírios de Silveira que vemos a cena que traz Felecia e Jenteal num menage com um sujeito. Felecia costumava fazer cenas de sexo apenas com mulheres. Não sei se ela continuou com isso, já que não acompanhei sua carreira. Nessa seqüência de DESEJOS ARDENTES, ela está de posse de um daqueles dildos com suporte - não sei bem como se chamam. Tanto Jenteal quanto Felecia eram lindas e de corpos perfeitos. De dar gosto só de olhar.

Quem também está no filme em participação de destaque é o veterano Ron Jeremy, o baixinho peludo que também era famoso por conseguir lamber o próprio cacete. Jeremy fez sucesso apesar de sua estatura e de não ser nenhum galã. Inclusive, fizeram um documentário sobre ele que alcançou relativo sucesso no circuito independente americano: PORN STAR: THE LEGEND OF RON JEREMY (2001). A única cena erótica de destaque de Jeremy é dele recebendo um boquete - aparentemente muito bem aplicado. Na maior parte do filme ele aparece em momentos de importância para a estória, às vezes vestido de açougueiro.

O filme termina com uma cena de gang bang de Krysti Lynn, que curiosamente é a cena mais fraca do filme. Ainda assim, não deixa de ser curioso ver Krysti dando pra mais de dez caras no meio da rua.

Não costumo usar o espaço do blog pra falar de filmes pornôs - essa é apenas a segunda vez - mas de vez em quando a memória afetiva fala mais alto. E como eu consegui uma cópia muito boa de DESEJOS ARDENTES em divx, não pude deixar de registrar por aqui. Amanhã voltaremos com nossa programação normal.

Nenhum comentário: