segunda-feira, fevereiro 29, 2016

OSCAR 2016



Estava sendo uma cerimônia bem divertida e com pontos bem altos, mas chegou aquele momento que todo mundo esperava e que poderia fazer esta edição ficar para a história: a premiação de Sylvester Stallone por CREED – NASCIDO PARA LUTAR. Não se trata exatamente de fazer justiça, pois sabemos que no Oscar a coisa não é bem assim, mas sabemos o quanto Stallone é querido, o quanto foi bonito vê-lo recebendo o Globo de Ouro com todos aplaudindo de pé e reconhecendo o grande e carismático ator de coração grande que ele é. Ninguém esperava que o prêmio fosse para Mark Rylance.

Mas não se pode ter tudo. E houve alguns bons destaques, como a própria premiação de Leonardo DiCaprio, que depois de cinco tentativas finalmente conquistou o seu Oscar. Estava rolando uma torcida boa na internet e no mundo todo, aliás. Ainda que não tenha sido sua melhor atuação, está valendo. Sem falar que teve todo o sacrifício e preparação para compor o personagem e a questão física pesada. E ele ainda contribuiu com o melhor discurso da noite.

A cerimônia começou com o monólogo de Chris Rock, que, como esperado, aproveitou a polêmica em torno da falta de diversidade entre os indicados deste ano. Juntando piadas com coisa séria (lembrar da perseguição e até mesmo do enforcamento de negros durante vários anos nos Estados Unidos foi importante), ele fez um bom trabalho. Bem melhor do que o sujeito do ano passado.

Entre as coisas boas da noite, tivemos seis estatuetas para MAD MAX – ESTRADA DA FÚRIA, deixando até mesmo uma esperança de que o filme ganhasse direção ou o prêmio principal. Não foi dessa vez, mas o amor que o trabalho de George Miller provoca em tanta gente é grande e maior do que uma premiação que costuma ser normalmente esquecida.

Mas como a festa também é composta de gente bonita, vale destacar a presença de beldades como Kate Winslet, Brie Larson (melhor atriz da noite), Margot Robbie (que deve matar muito homem do coração), Charlize Theron, Rachel McAdams, Sophie Turner, Jennifer Lawrence, Alicia Vikander, Saoirse Ronan, entre outras mulheres lindas que abrilhantaram a noite. Até a Gena Rowlands, eterna musa indie dos filmes de John Cassavetes, estava lá, ainda que muito abatida pelo peso da idade.

A edição deste ano também vai ficar famosa pela premiação a Ennio Morricone, por OS OITO ODIADOS, de Quentin Tarantino. O compositor veterano estava visivelmente muito emocionado. Foi bonito de ver, ainda que passe longe de ser o melhor trabalho do mestre italiano. Até porque o trabalho de trilha sonora de CAROL é lindíssimo. Mas como preferiram esnobar geral o filme de Todd Haynes, isso já era de se esperar.

Um detalhe interessante aconteceu extra-cerimônia e que criou e deve criar outros memes bem engraçados: a Rede Globo convidou a atriz Glória Pires para fazer os comentários da premiação durante os intervalos e foi impressionante: ela não conseguia falar nada sobre filme algum. Só palavras soltas, como "bacana", "curti" etc. Acabou virando alvo de piadas nas redes sociais. Vi grande parte da premiação pela TNT, mas na hora dos intervalos dava para testemunhar esse acontecimento tão divertido quanto constrangedor.

No mais, foi bom ver SPOTLIGHT – SEGREDOS REVELADOS tirando o Oscar de O REGRESSO, foi bom ver que a premiação tem ainda um apelo popular grande, tendo praticamente monopolizado as redes sociais, e que o Oscar também surpreende: EX MACHINA – INSTINTO ARTIFICIAL ganhando o prêmio de efeitos visuais em cima de grandes produções pegou todo mundo de surpresa.



Os premiados

Melhor Filme – SPOTLIGHT – SEGREDOS REVELADOS
Direção – Alejandro G. Iñárritu (O REGRESSO)
Ator – Leonardo DiCaprio (O REGRESSO)
Atriz – Brie Larson (O QUARTO DE JACK)
Ator Coadjuvante – Mark Rylance (PONTE DOS ESPIÕES)
Atriz Coadjuvante – Alicia Vikander (A GAROTA DINAMARQUESA)
Roteiro Original – SPOTLIGHT – SEGREDOS REVELADOS
Roteiro Adaptado – A GRANDE APOSTA
Fotografia – O REGRESSO
Montagem – MAD MAX – ESTRADA DA FÚRIA
Trilha Sonora Original – OS OITO ODIADOS
Canção Original - "Writing's on the Wall", de 007 CONTRA SPECTRE
Mixagem de Som – MAD MAX – ESTRADA DA FÚRIA
Edição de Som – MAD MAX – ESTRADA DA FÚRIA
Efeitos Visuais – EX MACHINA – INSTINTO ARTIFICIAL
Design de produção – MAD MAX – ESTRADA DA FÚRIA
Figurino – MAD MAX – ESTRADA DA FÚRIA
Maquiagem e cabelos – MAD MAX – ESTRADA DA FÚRIA
Filme Estrangeiro – O FILHO DE SAUL (Hungria)
Longa de Animação – DIVERTIDA MENTE
Curta de Animação – BEAR STORY
Curta-metragem – STUTTERER
Documentário – AMY
Curta Documentário – A GIRL IN THE RIVER: THE PRICE OF FORGIVENESS



Nenhum comentário: